3 Coisas que aprendi na vida de nômade mirim

Eu fiz as contas, morei em umas 11 casas até meus 21 anos, e dos 13 anos que passei na escola, estudei em 7 escolas diferentes. Fiquei um pouco impressionada com esses números pois tenho amigos que moram na mesma casa desde que nasceram, então acho que me mudei bastante.
O que eu não sabia, era que tudo isso estava me preparando para a vida real e formando minha personalidade.

Eu me lembro que a coisa que eu mais odiava nessas mudanças, era que toda vez quando eu realmente estava fazendo amizades, era hora de mudar de novo. E então, aprendi a primeira lição:

1- NADA É ESTÁVEL.

Eu sei, eu sei, a gente está sempre em busca da tal da estabilidade, mas e se eu te falasse que ela não existe? E é bom tomar cuidado quando você deseja isso, porque tudo o que está estável, está imóvel, fixo, e se levarmos para a vida real, talvez esteja morto.

Eu confesso que fico um tanto quanto impressionada quando ouço alguém falando: “procuro uma vida estável” , “um trabalho estável”, “relacionamento estável”. Meu bem, se ninguém te falou, eu te darei essa notícia: não existe absolutamente NADA estável. Pare de procurar por garantias onde não existem. Não tem como garantir que aquele relacionamento dará “certo”, que aquele emprego será bom, mas você jamais saberá o que vai acontecer se você não tentar (isso eu garanto).

O que eu quero dizer aqui é que nada é fixo, a vida em si é movimento. Então, chega de querer eternizar coisas, pessoas, ambientes, trabalhos, pois nada é pra sempre. Tudo muda o tempo todo, aproveite enquanto puder! Saiba usufruir, mas jamais tenha o sentimento de posse. Lembre-se: “Isso também passará”.

A real estabilidade é saber lidar com as instabilidades.

Então se você está vivo, ao invés de querer uma vida estável, aprenda a lidar com seus sentimentos e as diversas situações instáveis que irão surgir no caminho. Isso te ajuda a enxergar o mundo de uma forma muito mais leve e mais preparado para enfrentar qualquer coisa. Quando a gente “acha” que está no controle, vem a vida e muda tudo. Já reparou?

AO INVÉS DE ESTABILIDADE, BUSQUE POR MATURIDADE EMOCIONAL, ISSO SIM SERÁ ÚTIL!

2- MUDAR PODE SER DOLOROSO, MAS É NECESSÁRIO.

Eu sei que pode ser muito doloroso escolher um novo caminho, mudar a rota, mudar de emprego, mudar de estado, mudar de país, aceitar que o relacionamento não está funcionando e até escolher parar de sofrer pode ser um grande desafio, porque nos acostumamos tanto com aquela situação, que mudar pode ser muito assustador. Mas eu te garanto, não existe nenhuma decisão que te leve para o próximo nível sem que você tenha que realizar mudanças.

O que nos assusta, é que mudança envolve reinvenção, adaptação, vulnerabilidade e coragem, e essas coisas podem carregar um grande desconforto. Não conseguir prever ou controlar o que vai acontecer deixa muita gente paralisada, mas quando treinamos nosso cérebro para se adaptar com as mudanças e perceber que nunca iremos prever ou controlar o que vai acontecer e que conseguimos controlar apenas nossas ações perante as diversas situações, tudo fica mais leve.

“Correr riscos nem sempre da resultados, mas nada nessa vida da resultado sem correr riscos”

Brené Brown.
Um bom exercício para identificar se você está aceitando bem as mudanças, é: 1- verificar todas as áreas da sua vida, qual seu grau de satisfação em cada uma delas? - dê uma nota de 0 - 10 - isso está bem relacionado com o quanto você precisa aceitar as mudanças. 2- Faça um panorama de como estava sua vida há 2 anos. Você cominua falando com as mesmas pessoas? O que mudou de mais impactante pra você? O que mudou no seu trabalho? E nos seus relacionamentos? Depois me fala o que você fez e como foi :). 

3- APROVEITE AS PESSOAS O MÁXIMO QUE PUDER.

Umas das coisas que aprendi também, é que eu precisava aproveitar o máximo possível as pessoas à minha volta, porque talvez não nos víssemos com tanta frequência mais (ou nunca mais nessa vida). Com o passar do tempo, percebi que isso me trouxe uma característica que eu precisei trabalhar em mim: Eu queria aproveitar ao máximo as pessoas, porém eu sempre tinha aquela sensação de: “poxa, talvez isso nem dure muito, então não vou me aprofundar em você, gostar de você, pra depois ter que ir embora”. Depois de muito tempo, percebi que eu ainda agia assim, pois foi a forma que me acostumei. Ainda é algo que venho trabalhando em mim, mudando para sentir aquela sensação de: “posso me aprofundar em você, mesmo que você vá embora, tá tudo bem” 🙂 (to em processo, não pense que é fácil). É como diz a letra daquela música maravilhosa que sempre tocam nos luaus: “É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã, porque se você parar pra pensar, na verdade não há”.

Aproveitando o gancho dessa música, tem uma outra parte que fala “[…] Já morei em tanta casa que nem me lembro mais…” (minha cara).
Espero que esses conselhos te ajudem a enxergar as coisas através de uma nova perspectiva. Isso tudo foi importante para mim e para minha evolução pessoal, se eu precisasse dar um conselho para uma pessoa muito querida, com certeza seriam esses.

Beijos Carol ❤

#nomade #crianca #conselhos #mirim #nomademirim

2 comentários sobre “3 Coisas que aprendi na vida de nômade mirim

  1. pedroluizdasilvacruz disse:

    Nossa… ok…acho que este post foi mais profundo que o último… sem palavras… Me fez refletir na quantidade de mudanças que tem me ocorrido neste último ano: minha vó faleceu, minhas melhores amigas saíram da empresa; Já tive 3 gerentes no trabalho, o local de trabalho mudou totalmente; Todo mundo tá aplicando SCRUM, Estou praticando exercícios todas as manhãs… nossa… isso e muitas outras coisas… Gratidão pela reflexão! Viver é mudar… (POST lindo demais demais demais)

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s