Autoconhecimento

Como saber se o que eu quero vem do meu ego ou do meu ser?

img_8693

Oi gente, vocês estão bem?

Fiquei um tempo sem postar, pensando nas próximas matérias e decidi voltar com um tema que eu acho muito importante e fundamental para acompanhar as matérias desse site lindo! A diferença entre o que é do ego e o que é do nosso Ser. Lembrando que o que falo aqui é com base em tudo que tenho estudado. Não existem verdades absolutas, você deve sentir se faz sentido pra você 😊

Tá sem tempo de ler? Então ouça a matéria:

Primeiro: o que significa Ego?

Quando falamos de Ego, muitas pessoas já lembram de alguém com o peito inflado e já pensam: “fulano tem um ego enorme”, geralmente ele está sempre associado com algo negativo. Mas não é bem assim. O Ego é uma energia incrível, que pode ajudar muito a nossa vida aqui nesse plano (material). É ele que nos faz ganhar dinheiro, que ajuda nos nossos planejamentos, ajuda a nos vestir, a sobreviver, a tomar decisões, entre outras coisas fundamentais.

Mas se ele é tããão maravilhoso assim, por que falam tão mal dele?

O motivo do ego não ter uma boa fama por ai, é que muitas pessoas acabam colocando ele em 1º lugar! E não é à toa, ele adora ser o comandante, o centro das atenções, ele está sempre falando com a gente e isso pode ser perigoso.

Agora, se ele não é mau, se é uma energia incrível, por que pode ser perigoso?

Porque o ego não entende os desejos do nosso ser.

Vou dar um exemplo que espero que fique fácil de entender:

“Tonico sonhava ser cozinheiro quando era pequeno, mas seus pais falaram que ele deveria ser diretor de uma grande empresa multinacional. Como ele só tinha como base os pais, ele decidiu que faria de tudo para realizar o sonho deles. E ele conseguiu, chegou no cargo que ele tanto idealizou, sem nem se questionar o por quê ele estava fazendo aquilo. Até que um dia, quando ele já tinha conquistado tudo aquilo que ele imaginava que precisava, ele olhou pro lado e se sentiu vazio, apesar de ter conseguido tudo, era como se não fosse suficiente. Ainda faltava algo. E toda vez que ele comia em algum restaurante, ou via algum cozinheiro de muito sucesso, ele ficava sonhando em como teria sido sua vida, se tivesse seguido seu sonho”.

Inventei essa historinha (qualquer semelhança com a vida real não é mera coincidência) porque ela mostra claramente uma ação baseada em crenças e no ego. “Ah, mas foi muito melhor pra ele, pois ele ganhou mais dinheiro” será mesmo? Ok, a aprendizagem ele adquiriu. Mas quantos cozinheiros existem com muito nome que amam seus trabalhos e por conta de todo esse trabalho recebem o valor justo por seus serviços? Muitos.
E outra coisa muito importante: precisamos sim do dinheiro para viver essa experiência, mas ele vem como uma consequência do nosso trabalho, ele não pode ser uma meta, pois é apenas um meio para alcançarmos o que queremos.

E se a história fosse diferente, onde entraria o ego se ele seguisse o coração dele?

O ego o ajudaria a encontrar formas de seguir o sonho de ser cozinheiro (nesse caso): encontrando pessoas, oportunidades, possibilidades de fazer isso da melhor maneira possível e se planejando para realizar esse sonho.
O ser deve ser sempre quem fala o que quer e o ego quem atende a isso.

Entendi, mas como eu faço pra identificar de onde vem o que estou sentindo?

Uma ótima forma de começar a perceber isso, é silenciando a mente através da meditação. Ficar um pouco em silêncio ajuda a deixar o ego de fora e da espaço para o seu ser. Caso você tenha muita dificuldade com meditação, comece a praticar o estado de presença. Já percebeu que são raros os momentos em que estamos realmente presentes nas nossas ações? Se for lava uma louça, lave a louça. Sem pensar nas outras tarefas que você precisa fazer, sem encher sua mente com outras tarefas que não estão relacionadas com o que você está fazendo naquele momento. Outra coisa que ajuda muito é sentir. Quando é algo do ego, geralmente fazemos mais para agradar outras pessoas do que nós mesmos, é algo externo, você nunca se sente realizado, isso pode partir de crenças familiares, sociais ou algo que alguém te falou e você tomou isso como verdade absoluta. Quando o que você quer é do ser, você sente uma paz imensa dentro do seu coração, ele fica feliz, mesmo que não faça o menor sentido para outras pessoas. Mas se pra você faz, é isso que importa!

Em breve farei um post falando sobre meditação para ajudar quem ainda não está introduzido nesse assunto.

Espero que tenha ficado simples e fácil de entender.

Se você acha que esse post foi pra você, comenta aqui embaixo pra eu saber!

Caso tenham alguma dúvida, me mandem um comentário, email, sinal de fumaça e me sigam nas redes sociais @issoepramimsim. Eu adoro! 🤗

Gratidão por ter lido esse texto
Com amor, leveza e bom humor. 💕 Carol.