Arquivo da categoria: Relacionamentos

8 Coisas que todo homem que vale a pena se envolver tem:

Eu já fiz um post falando sobre homens que a gente deve correr, já contei alguns casos frustrantes, mas agora, chegou a hora de falar do outro lado; os que a gente pode parar pra pensar se vale a pena se envolver um pouco mais (já é um começo).
Se você for homem e estiver lendo isso, você pode incorporar todas essas características e ser uma pessoa melhor 🙂 Para as mulheres; além dessas características, acrescentem outras que façam sentido pra você.

1- Sabe te respeitar.

Pra ser sincera, isso deveria ser premissa de ser humano. Saber respeitar quando você diz NÃO, entendendo que não é não, é fundamental! Eu sei que isso parece clichê, mas vocês ficariam assustados o tanto de vezes que eu já tive que repetir isso e não me cansarei até que seja entendido. A questão é que tem homem que se acha tanto, a ponto de achar impossível uma mulher dispensá-lo.
Eu acho que sentir dó, já é sentir muita coisa por alguém assim, por esses eu não sinto nada.
Os homens que eu mais admiro são os que me respeitam muito, independente de qual seja minha resposta, e claro, levam o respeito para todas as outras áreas.

2- Te impulsiona e ajuda a crescer.

Na minha opinião, uma relação afetiva serve para isso. Um ajudando o outro a se tornar um ser humano melhor. Compartilhando experiências, vivências, aprendizados, histórias e afinidades. Quando um homem vale a pena, ele vai te ajudar na construção dos seus sonhos e vice-versa. Ele apoia seus projetos e não fica falando que isso é besteira, coisa da sua cabeça. Ele pode até te aconselhar a fazer outras escolhas, mas nunca vai dizer pra você desistir dos teus sonhos e do que te faz bem. Pelo contrário, busca te apoiar da forma que ele puder.
Ele te ajuda a voar e não a cortar suas asas. 😊

3- Faz terapia e/ou tem interesse por autoconhecimento.

Eu acho super legal quando um homem me procura para fazer uma consulta, pede indicação de um livro ou conselhos, pois eu imagino o quanto deve ser difícil admitir que existe um ‘problema’ e que você precisa de ajuda.
Um homem que faz terapia está disposto a se conhecer melhor. Cuidar da saúde mental é MUITO importante. Se cada um fizer sua parte, a gente evita muitos desentendimentos e frustrações.
Como diria algum filósofo que eu esqueci o nome: “A coisa mais bonita que você pode fazer por aqueles que você ama, é se melhorar como ser humano”.
Autoconhecimento é isso, é a sua busca para ser um ser humano melhor que é refletida em tudo a sua volta.

4- É sensível.

Sabe quando ele demonstra alguma sensibilidade ou vulnerabilidade? Pensa em outras pessoas ou acredita em causas ? Eu considero isso MUITO importante. As chances dele ser um psicopata é quase nula. E além disso, eu sinto que posso confiar mais.
Agora, uma observação importante: sensível demais também não! Aquele cara que tudo dói, que você não pode brincar com nada, que tudo chora, pera lá, né? Ai é um carentão xarope. Vamos pelo caminho do meio.

5- Te admira.

Pra mim, admiração é um dos pilares de uma relação saudável. Como você vai se relacionar com alguém que você não admira? Que você não aprecia? Quando a gente admira uma pessoa, a gente reforça tudo aquilo que já gostamos nela e de quebra vemos nessa pessoa uma chance de construção mútua. Um homem que vale a pena mesmo JAMAIS, repito JAMAIS vai tentar diminuir uma mulher. É inadmissível um homem que chame a parceira de burra, idiota, imbecil ou qualquer outro nome pejorativo (e nem preciso comentar sobre algum tipo de agressão). Isso é uma característica de homens (pra não dar outro nome) que morrem de medo de ver o sucesso de suas parceiras, medo do quão longe elas podem chegar, e é claro, abandoná-los. Se esse é seu caso, se antecipe e já abandone agora. E isso vale tanto para homens quanto para mulheres.

6- Busca ser verdadeiro.

Eu sei que falar a verdade o tempo todo além de ser muito raro, talvez muitas pessoas não estejam preparadas para ouvi-la. Mas, o que observo, é que homens que valem a pena, buscam ser verdadeiros. Verdadeiros em suas intenções, opiniões, explicações, projeções e ações. Ou seja, não são aqueles que ficam te colocando em banho maria, ou que faz o tipo ‘não fode nem sai de cima’ (que é o pior que existe). São aqueles que de alguma forma, deixam claro suas intenções, mesmo que doam.

7- É paciente

Quando você lida com uma deusa, (ou mulheres, como vocês estão acostumados a chamar), é super importante entender que as vezes nem a gente se entende. Somos cíclicas, temos períodos em que não estamos tão bem, altos e baixos, mudanças de humor. Mostrar para a outra pessoa que está tudo bem mesmo assim e que você compreende e respeita isso, é muito bom!

8 – Usa preservativo

Sim, até isso conta. Isso é características de homens responsáveis e inteligentes.
E o primeiro encontro (sexual) já diz tudo. Quando um cara tem essa iniciativa, eu já sei que esse homem tem mais maturidade do que os manés que ficam: “ahh, é que sabe o que é? ele não trabalha bem com camisinha.” Quando um cara fala isso, é furada bino na certa. Se ele não cuida nem do amigo precioso dele, imagine do resto. Além de que, se ele não usa com você, não usa com outras. Mesmo que ele diga: “Mas eu fiz exames e não tenho nada” ou então: “Mas eu não saio com mais ninguém” AHAM. É um irresponsável.
A verdade é que um homem que manja dos paranauê, vai mandar bem de qualquer jeito, até se o precioso dele não colaborar, sabia?! Ele não pode colocar a responsabilidade no preservativo. Capisce?

Bom, é claro que essas são só algumas características de muitas outras que existem, mas para mim, essas são essenciais. O mais legal é que eu aprendi depois de muitos anos que homens assim existem e tem muitos por ai, tudo que eu precisei mudar foi o meu foco e largar várias crenças que eu tinha com relação aos homens.

Se você gostou e acha que tem alguém que pode se beneficiar com esse post, compartilha!

Beijos Carol <3

5 Erros que a maioria das solteiras cometem quando conhecem alguém

Eu sei que não estamos na época mais favorável para sair e conhecer gente nova, mas já deixa essas dicas anotadas pra quando você começar a conhecer alguém. Esses dias uma amiga me ligou mega chateada porque o carinha que ela tava saindo já não respondia mais as mensagens dela e estava super seco. Quem nunca passou por isso? Conselho vai, conselho vem, eu pensei: Por que não falar sobre isso por aqui também? Reuni algumas dicas para te ajudar a não “errar” na hora de conhecer alguém.  

1. CRAVAR UM X NA TESTA DO CARA

Eu sei, ele é incrível né? Fazia um tempão que você não conhecia alguém assim (de novo) com tanta conexão. Mas vai com calma! Não aja como se só houvesse AQUELE ser humaninho pra você se relacionar, que TEM que ser ele, porque se não for ele, OH MEU DEUS, quem será? FIA, menos! BEM MENOS! (Tem muito homem legal disponível nesse mundo).Eu tenho um mantra que eu repito sempre que entro nessas ideias erradas: “Ele é ótimo e está tudo bem, mas se não for ele, vai ser um outro alguém.” Então, RESPIRA bem fundo, não se esqueça que vocês ainda estão se conhecendo e que você é uma mulher incrível, se ele não tiver o que você espera de uma relação saudável, outro terá. Vai conhecendo, vendo se ele é um bom candidato e deixa fluir.

2. PARAR SUA VIDA POR CAUSA DELE

É muito importante que você tenha seus compromissos com sua própria vida e não permita que ninguém atrapalhe isso. Tenha orgulho de quem você é e do que você faz. Só assim você não ficará aguardando ansiosamente que alguém venha te preencher. E quando você permitir que alguém entre na sua vida, JAMAIS deixe de fazer suas coisas, principalmente por alguém que você está conhecendo. Tenha prioridades e valores, assim você vai saber quando dizer não até pra essa pessoa incrível que você está saindo. (Obs: vou disponibilizar um e-book sobre como descobrir seus valores e se abrir pro mundo em breve – 0800 – claro, lá no meu insta)

3. ABANDONAR OS FUTUROS (ou não) PRETENDENTES

Enquanto as cartas não estão abertas e as regras do jogo não estão claras, você CONTINUA solteira. Não cometa o equívoco de assumir uma relação sozinha. Então, meu bem, não vá dispensando os outros carinhas logo de cara, porque deixa eu te contar uma coisa: é muito provável que ele continue fazendo as coisas que ele já fazia (antes de te conhecer), como: flertar com outras mulheres, conservar os contatinhos, e até sair com outras. Então, por que você não? Continue SIM conversando com outros caras, não precisa ser com segundas intenções, mas é bom sentir que existem outras opções, sabe? Sai com outros também se você estiver afim. Não se anule por alguém que ainda não assumiu nada com você. Se vocês decidirem assumir uma relação, ai as coisas mudam, mas enquanto isso, um olho no peixe e outro no gato.

4. ACEITAR COISAS SÓ PARA AGRADAR

Essa é péssima e eu já fiz muito. Lembro de um cara que eu saia que ele gostava muito de samba e pagode (coisa que não curto muito), e quase todo fds íamos para festas que só tocava isso e eu ficava tipo: ‘onde eu to me metendo?’ O bom é que eu sempre pensava:“já que estou aqui, quero que seja divertido”, mas na boa? Eu fiquei feliz quando terminou, finalmente não precisaria mais ir naquelas festas. Mas assim, não aceite fazer coisas que você não gosta só porque você quer impressionar, agradar ou fingir que é descolada. Hoje em dia eu vou se eu estiver afim mesmo se estou conhecendo a outra pessoa. “Mas Carol, e se eu não for e ele conhecer outra lá?” Ótimo, terá alguém que está mais na vibe dele nesse momento.

5. SURTAR SEM PENSAR

Ele ta online e não te responde? Te ignorando na cara dura? Viu ele flertando com alguém? Ele começou a curtir as fotos de todas as suas amigas? Ele comenta todas as fotos de uma certa “amiga” dele? Não faz questão nenhuma de falar ou ver você?
Eu sei que dá vontade de gritar e falar: “Meu bem, vá fazer outra de otária, aqui não” Maaas é hora de respirar fundo e sair do celular.
Primeiro, PARA de ficar vendo tudo da pessoa. Com quem sai, aonde vai, porque sai, quem curtiu, quem não curtiu, quem comentou, quem não comentou, se ta online, se não tá, CHEGA, deixe a SUA vida interessante a ponto de não ter tempo para isso, até porque, VOCÊS ESTÃO SE CONHECENDO. Então, se você viu algo que não gostou, não tome uma atitude imediatamente. Eu gosto de esperar 24 horas pra ver se eu continuarei com essa vontade de soltar os cachorros, ou, se ao invés disso, eu começarei a me questionar se devo continuar investindo meu tempo nessa pessoa (geralmente alcanço a 2ª opção).
E na boa? Se você logo no começo já ta vendo que não tem muito futuro, hora de olhar pra VOCÊ e para os outros que estão na fila também.

Esteja tão segura de quem você é, tão em paz, tão amorosa, tão acolhedora com você mesma que você irá atrair caras mais maduros e não moleques que só querem brincar e mais nada na vida. Eu sei que nem sempre é fácil entender e aplicar essas coisas, mas eu tenho certeza que podem ajudar muito. Vai com calma, vai leve, vai de booooas! Ser solteira tem o seu lado muuuito bom! Depois posso fazer um post sobre isso!

Compartilha com aquela amiga que você lembrou durante a leitura, vamos nos ajudar, vamos nos valorizar.
Beijos, Carol <3

FUJA DESSES 4 TIPOS DE CARAS

Eu não gosto de enquadrar as pessoas em estereótipos (não mesmo), mas pra falar sobre esse assunto, não tinha outro jeito. Então, juntei comportamentos que eu observei em alguns homens e gostaria de compartilhar para ajudar as amigas.
Obs: Se você for homem e se identificar com algum desses comportamentos, apenas mude. Obrigada.

1 – O Businessman
Sabe aquele cara que parece que você ta saindo com um meeeeeeeeega empresário porque ele NUNCA tem tempo pra sair com você? É aquela puta enrolação pra marcar algo, ele tá sempre trabalhando muito, mas sempre arruma um tempinho pra ir pro bar com os amigos. Agora pra sair com você… não tem tempo, (ta cansadinho de tanto trabalhar). Esse é um tipo que você tem que descartar logo de cara, pra evitar dor de cabeça, vai por mim.

2 – O Antibiótico
Outro tipo que eu não tenho a menor paciência!
Sabe aquele cara que responde a cada 12 horas? Pois é, você já até esqueceu o que falou, não tem um diálogo, não flui sabe? Por mais que você tente, você percebe que não vai. É claro que, ninguém tem que responder prontamente, (eu mesma não consigo fazer isso), mas também, não precisa responder 3 dias depois, 1 semana… Enfim, apenas pare.

3 – David Copperfield
Para quem não sabe, David Copperfield é um ilusionista. E é esse tipo de homem que você deve fugir também, o que gosta de iludir. Sabe aquele cara que faz planos e planos mas nunca tem tempo pra te ver ou pra falar com você? FOGE. Aquele que some e reaparece sempre que você decide que vai seguir sua vida? FOGE. Aquele que sempre tem uma ótima desculpa na ponta da língua para justificar as mancadas? FOGE.

4 – O Zumbi
E por fim, mas não menos importante, o homem zumbi. Esse é aquele cara que você acha que morreu, nem se lembra mais dele, sabe nem por onde anda mais, e ai ele RESSURGE das cinzas querendo te comer. Fica espertaaaa! Esse é furada bino na certa!

Claro que, existem exceções né, e nem sempre você vai conseguir identificar esses tipos de cara. E se você pensa: “Ah mas não quero nada com ninguém e tá tudo bem se for assim.” Eu suuuper respeito, mas infelizmente o que eu vejo é bem diferente, vejo mulheres super legais, divertidas, querendo um cara super legal e só se envolvendo com esses tipos ai que se juntar tudo não da 1.

Eu sei que pode doer o que eu vou falar aqui, mas se um cara tem interesse em você, ele vai demonstrar isso, se ele quiser estar com você, você vai sentir, ele vai deixar claro, sem enrolações, sem essa patifaria toda, então fique atenta aos sinais e não aceite menos do que você realmente quer!

Beijos, Carol <3

Dedo podre, eu?

Entenda o que está por trás de suas (“más”) escolhas!

Com esse termo tenho certeza que todos nós estamos familiarizados, maaas o que muitos não sabem é o que está por trás de tudo isso.

Agora, se você está aqui pensando: “vou ler esse texto mas tenho certeza que não sou dedo podre, mesmo que eu só me relacione com estrupícios que não me dão o mínimo valor.” Saiba que eu também já passei por essa fase, mas calma miga, tem cura, vem comigo!

Há uns anos, estava eu, em um barzinho conversando com um amigo muito querido, explicando como mais uma vez tinha me decepcionado em uma relação que tinha chegado ao fim. Esse meu amigo, estava em um relacionamento de uns 5 anos na época, e eu estava numa fase bem desacreditada dos homens, eu acreditava que todos traiam e que nenhum prestava, mas esse meu amigo sempre me provou o contrário (assim como vários outros amigos), por isso eu amava conversar com ele. Papo vai, papo vem, ele me olhou e disse: “Nossa Cá, eu não entendo, você é bonita, é gente boa, por que será que tem esse dedo podre?” Nessa hora, eu quase cai pra trás. Eu? Dedo podre? Até parece! Afinal, os homens que não prestavam, eu não tinha responsabilidade sobre isso. Decidi mudar o assunto.


Naquela época eu não entendia direito o que estava acontecendo, mas hoje, eu percebo que essa é a primeira fase de uma dedo podre: A negação da realidade. Eu simplesmente não conseguia enxergar que pudesse haver algo de errado nas minhas escolhas. Eu achava que era normal, afinal se tratava de “homens”, né?
E ai você acha que depois dessa conversa com meu amigo, eu me toquei, tudo fez sentido na minha vida e eu comecei a terapia? NÃO. Continuei me envolvendo e quebrando a cara, e só uns 2 ANOS depois (acredite), eu comecei a perceber um padrão nos meus relacionamentos e que tinha algo de errado.

Bom, pra quem não sabe, apesar de ter mudado de profissão, eu sou bacharel em Sistemas de Informação, uma faculdade de exatas, e eu sempre fui muito analítica e racional, então vou ensinar uma equação muito simples, aproveita e faz a sua ai:

Ex: SE X+2=10       LOGO X=8   
Fácil, né? Agora levando pra vida real:
SE eu que escolhia os caras que eu me relacionava LOGO existia algo de errado nas MINHAS escolhas e a responsabilidade das minhas escolhas, era minha.
Parece muito simples, e é, mas poucas pessoas percebem isso

E a partir desse momento, as coisas começaram a fazer sentido.
Eu já estava exausta, não aguentava mais passar por decepções e frustrações, não aguentava mais chorar toda vez pelos mesmos motivos, eu percebi que precisava de alguma ajuda.
Então depois da negação, da raiva, da tristeza, veio a aceitação da responsabilidade por minhas escolhas. A partir do momento em que você assume responsabilidade por suas escolhas e para de culpar os outros, sua vida muda. Eu parei de falar: “não deu certo porque ele não quis”, “ele era isso, era aquilo”, e comecei a pensar como eu poderia mudar tudo isso. É claro que, existem diversos fatores numa relação, e eu acredito que seja 50% de responsabilidade pra cada, mas eu não podia negar o fato de viver um padrão, era sempre a mesma história, só mudavam os personagens.

E ai sim, comecei um processo profundo de autoconhecimento, fui procurar ajuda em livros, blogs, vídeos no youtube, e foi ai que ouvi falar sobre o ThetaHealing, na hora eu senti que era o que eu devia fazer, fiz uma sessão, e percebi uma mudança de percepção sobre as coisas. Eu gostei tanto desse assunto, que decidi fazer vários cursos, no começo era para me ajudar mas depois de um tempo comecei a atender e ajudar outras pessoas também 🙂

Mas sabe o que eu descobri que foi a grande virada de chave?
Que as nossas escolhas são baseadas nas nossas crenças, ou seja, você atrai aquilo que você acredita para confirmar suas crenças. A maioria das nossas crenças, são formadas na infância, tendemos a repetir os exemplos que vimos, por pura inconsciência mesmo. Na minha infância, eu sempre via muitas coisas ruins nos relacionamentos; abusos, brigas, conflitos, e isso me fez desenvolver vários tipos de medos, acabava escolhendo os sujeitos que estavam naquela mesma sintonia, e que estavam ali para confirmar o que eu acreditava sobre os homens e sobre relacionamentos.

AI SIM, entender isso mudou minha forma de me relacionar por isso, eu vou fazer meu jabá aqui, porque eu sei que pode ajudar muita gente, façam theeeeetahealing, meditação, peçam ajuda, procure algo que possa te dar uma luz sobre o que você está escolhendo pra sua vida nesse momento.

Sabe aquele amigo lá do início? Ele também me disse que eu não merecia passar por isso, hoje eu faço o trabalho que faço porque acredito que ninguém mereça passar por isso. Quero levar mais informação para o maior número possível de pessoas, pois você se cuidar e se amar em primeiro lugar, te permite dizer não para abusos, situações  e pessoas que querem apenas te sugar.

Mas lembra que é um  processo tá? Talvez você não acorde amanhã já fazendo boas escolhas, demora um pouco, mas eu garanto que é possível, se até eu consegui (com muitos traumas envolvidos), qualquer pessoa consegue. Isso significa que estou totalmente livre de nunca mais passar por essas coisas? Não posso afirmar. O que eu posso afirmar é que hoje eu sei escolher melhor com quem dividir minhas histórias, medos, anseios, e até mesmo minha vida. Talvez eu seja só uma dedo podre em processo de recuperação ou talvez eu já tenha superado isso 🙂

Ficou com alguma dúvida ou tem alguma sugestão? Deixa nos comentários.
Beijos, Carol <3

#Thetahealing #terapia #meditação

Você ainda vai agradecer por não ter dado certo

Eu sei que muitas vezes idealizamos coisas, pessoas e situações que acabam nos decepcionando pois nem sempre saem da forma que a gente esperava. Como diria o querido Gasparetto: “Não é porque as coisas não estão acontecendo do jeito que você gostaria, que elas não estão dando certo”. Quero contar uma história que aconteceu na minha vida que vai ilustrar bem isso.

Eu estava fazendo estágio em TI, mas queria ir para uma nova empresa que tivesse mais desafios e oportunidades.
Um dia, recebi uma ligação para fazer uma entrevista de emprego em uma área que eu queria muito (redes). No dia da entrevista final, eu e o entrevistador estávamos em um papo super bacana, até que ele falou: “Poxa, adorei muito seu perfil, mas eu acho que essa área é mais para homens, né?” Eu fiquei muito surpresa, pensei que estava me candidatando a uma vaga em TI, e não a uma vaga em TI para homens. Acho que respondi algo do tipo: “Eu entendo que hoje existam mais homens nessa área, mas acredito que eu também possa fazer esse trabalho.” Depois disso, nem lembro mais o que ele falou, acho que estava tão chocada que apaguei da memória. Eu fui embora arrasada, nunca pensei que talvez não me contratariam por eu ser mulher em uma área dominada por homens. Voltei triste, desanimada e um pouco abalada, mas sabe o que eu fiz? Persisti mais ainda! Era o que eu queria e não importava o que aquele SER HUMANO DE LUZ (pra não falar outra coisa) me dissesse.

Um tempo depois, recebi uma ligação de uma outra empresa, falando sobre uns testes para uma vaga também na área de redes. A hora que cheguei para fazer os testes, tinha uns 10 homens para fazer também, eu logo pensei: “Não terei chances”, mas mesmo assim, fui lá e fiz, da melhor forma que eu podia fazer.
Passei nesses testes e fui selecionada para a etapa seguinte, e um tempo depois, recebi uma ligação falando que eu seria contratada! Foi uma sensação incrível, eu fui a primeira mulher a estagiar lá nessa área, e posso falar? Foi maravilhoso descobrir que, apesar de ter ficado muito chateada com o que tinha acontecido antes, eu não desisti do que eu queria, fui atrás e continuei mesmo que às vezes eu pensasse: “Talvez seja melhor escolher outra coisa”.

Claro que existiram diversos desafios dentro dessa empresa, não foi nada fácil no início, mas ao mesmo tempo, foi o lugar que eu mais cresci, mais aprendi, conheci pessoas incríveis, o salário era quase o dobro do que a empresa que não me contratou oferecia, era uma multinacional, e só depois eu parei pra pensar no quanto eu estava grata por não ter conseguido o outro estágio, é claro que eu não sei como teria sido lá (e agradeço por isso), mas eu amei exatamente como foi. Foi a empresa que eu fiquei por mais tempo, e tive o prazer de ouvir do meu chefe quando estava me efetivando que eu fui a melhor estagiária que havia passado por ali, que até ele ficou com receio no início de me contratar e eu não aguentar o tranco, mas ele se surpreendeu.

Muitas vezes, olhamos o que “perdemos” e não enxergamos o que ainda podemos conquistar. E podemos levar para diversas áreas da vida, já passei por isso em relacionamentos também, perdi as contas de pessoas que saíram da minha vida em um momento que eu queria muito que ficassem. Hoje, olhando pra trás eu penso: “Ainda bem que não deu certo”.
O universo sempre conspira a nosso favor. Muitas vezes, ele só quer nos dizer: “Tenho algo melhor pra você lá na frente, mas você ainda não consegue enxergar. Você confia em mim?” E é nessa hora que não vale a pena se apegar ao sofrimento, solta (de coração), confia! Confia que existirá um emprego que te realizará mais, confia que existirá um outro relacionamento (pessoas vem e vão), enxergue que nem sempre as coisas acontecerão da forma que a gente quer, e que tá tudo bem mesmo assim! É importante entender o tempo das coisas, e não to falando para deixar a Deus dará, mas entender que talvez não seja ali, não seja agora, não seja daquele jeito. Talvez seja muito melhor do que sua mente limitada pensou, continue em busca do que você quer!

Eu enfreitei muitos desafios na minha vida, pois eu sempre quis o que era certo pro meu coração, não importasse o quanto eu tivesse que me dedicar à isso. Eu sempre penso: “Queira o que é certo (pra você), não o que é fácil, se o fácil for o certo, melhor ainda.”

Espero que tenha feito sentido e que ressoe com muitas outras pessoas esse texto.
Por hoje é isso. Beijos, Carol <3

Pra quem tá com fome, qualquer migalha vira banquete.

Já ouviu a premissa de nunca ir com fome pro supermercado porque você vai gastar muito mais e tende a comprar alimentos não tão saudáveis? Eu mesma já fiz esse teste e é real, oficial.
Pensando nisso, e em algumas outras coisas que andei observando, decidi juntar umas histórias que ficaram na minha cabeça e montei esse post. Talvez no começo não faça muito sentido, mas prometo que você vai entender melhor.

Eu atendi uma moça que me falou que os relacionamentos dela não duravam muito, na verdade, nem começavam, e ela não entendia o que estava acontecendo. E ai, trabalhando algumas crenças e padrões, quando questionei sobre os últimos relacionamentos, ela me falou um discurso muito familiar. Eu já ouvi em vários atendimentos, de várias amigas e confesso que eu mesma já falei: “No começo, ele era maravilhoso, fazia tudo por mim, mas depois, se mostrou ser uma pessoa bem diferente”. Será que você já usou essa também? Pois é. Hoje, quando ouço isso, eu sempre fico me questionando: “Será que a pessoa ficou diferente ou você que não estava enxergando quem ela realmente era?”.

Eu sei que, no começo, é muito difícil entender qual é a da pessoa, somos tomados por aquela sensação de estar conhecendo alguém, aquele mistério, a novidade. Essas coisas são maravilhosas e ao mesmo tempo perigosas, pois são coisas que animam a gente e que podem nos cegar ao mesmo tempo. Acho que passamos a entender melhor quais são as intenções reais da pessoa depois que ela consegue aquilo que ela quer, independente do que seja: te seduzir, te levar pra cama, sentir que você se apaixonou, seja o que for. E aí é que tá, eu acho que é nesse momento que descobrimos como a pessoa quer se mostrar. SÓ QUE, nós temos uma tendência enorme de IDEALIZAR pessoas e não enxergar o que é REAL, o que está sendo mostrado ali, bem na nossa cara, com fonte arial black 512.

E aqui entra algo muito sutil; quando estamos envolvidas emocionalmente, dificilmente percebemos o outro como ele é.
A gente quer fingir que é aquela pessoa ideal, ou seja, que está no plano das nossas ideias. E ai o que fazemos?? Aceitamos migalhas. Por que? Porque estamos com fome de qualquer coisa. Não estamos escolhendo, estamos aceitando o que vem, mesmo que não seja o melhor pra gente. (Ai, essa doeu).

Por isso, é tão importante a gente se alimentar antes de exigir algo do outro, e isso significa: NUTRA-SE DE VOCÊ! Entenda o que te alimenta. O que é importante pra você? O que te satisfaz? Quais são seus valores? O que você não negocia de forma alguma? Tenha isso anotado se for preciso, faça isso para não aceitar qualquer porcaria jogada por ai. Quanto mais alimentada você estiver de você, menos você precisará de algo do outro, se vier vai ser para TRANSBORDAR, e não uma miséria de afeto que não tem solidez.

Não seja uma pedinte carente que aceita qualquer coisa que te oferecem, saiba escolher o que te nutre. A real é que ninguém curte pessoas que estão implorando por algo, isso não é nada atraente, e não adianta fingir, energia não mente!

Espero que tenha ficado clara a ideia aqui, depois vou comentar mais sobre isso lá no meu insta, @rochacarolyne.
Beeeeeijos, Carol <3

Voltando pro início do texto, não vá carente conhecer alguém, pois você vai investir seu tempo de forma desnecessária, está mais propícia a ter relações não saudáveis e ainda pode acabar trazendo porcaria calórica pra casa (também conhecido como estrupício). hahaha 

ELA não está a fim de você. (Entenda os sinais)

Eu comecei escrevendo nesse post, os sinais que as mulheres dão quando geralmente não estão mais afim de alguém. Mas ai, eu percebi que o problema não estava nos sinais, mas sim na forma como nós nos expressamos (fora que eu não queria generalizar tanto). Foi então que eu decidi fazer diferente e mudar o post todo. Vou explicar como tudo começou…

Estava eu, conversando com meu grupinho de amigas e entramos no assunto do quanto é chato quando já demos todos os sinais possíveis e imagináveis de que não estamos mais afim de alguém, e mesmo assim, a pessoa continua insistindo. Mas ai, eu fiquei pensando: Por que ao invés de darmos sinais, não somos objetivas com a pessoa? Já reparou? Uma mulher dando um fora tenta ser o mais delicada possível (geralmente) mas a maioria não fala com todas as letras que não quer mais. Os homens por outro lado, (geralmente) preferem dar desculpas, sumir, ou ignorar, é como se eles não quisessem dar um fim, porque vaaaai que um dia precisa né?

E existe um motivo para que as pessoas não digam a verdade nua e crua que não estão mais interessadas. Elas preferem evitar o drama. Porque assim, no momento em que você olha para alguém e diz que não quer nada além, ou que na verdade só queria sexo (ou algo do tipo), você no fundo sabe que pode magoar aquela pessoa profundamente, então é muito mais cômodo fugir do que falar a verdade. Reflita ai, quantas vezes você já fugiu de uma situação só para não ter que encará-la?

Não estou dizendo que agora você precisa sair falando que só queria uma noite e nada mais, mas se você percebe que a pessoa ta bem afim e você nem tanto, não custa ser sincera(o) e falar: “Olha eu não to afim de ficar com você de novo”. Já é o suficiente. Se a pessoa ficar questionando o motivo, você não precisa ficar se explicando, pode ser que nem tenha um motivo e nem precisa ter, se nós não queremos, é isso que importa. Entendam que: NÃO IMPORTA O MOTIVO PELO QUAL UMA PESSOA NÃO TE QUER MAIS NA VIDA DELA, RESPEITE ESSA DECISÃO. Não tem coisa mais desagradável do que gente que insiste mesmo sabendo disso. E caso a outra pessoa continue insistindo e sendo invasiva; bloqueie.

Agora, se a pessoa mal te responde, te ignora, você chama pra sair e ela não vai e você continua insistindo, eu fico preocupadinha com você.
É importante observar o motivo pelo qual você continua insistindo em alguém que não está te priorizando e tão pouco valorizando sua companhia. Será que é um ego ferido daquela sua criança interior que se sentiu rejeitada(o)?
Se você perceber isso, eu recomendo, do fundo do meu coração, que você comece a trabalhar sua autoestima. Uma pessoa que continua insistindo em alguém que não se importa, é um sinal de baixa autoestima! E se isso for um padrão, se você percebe que se isso sempre acontece nos seus relacionamentos, recomendo muito o ThetaHealing para entender o por que de você estar nesse ciclo e ajudar a remover essas crenças. <3

Hoje, eu prefiro mil vezes falar a verdade e encarar as consequências, do que ficar enrolando a pessoa só para evitar explicações ou para ter alguém de “reserva”. Não seja a pessoa que só sabe inventar desculpas para não ver o outro, ou a que some, ou a que ignora deixando o outro com cara de ‘ué’. Afinal, estou escrevendo esse post para criancinhas ou para adultos? Bora praticar a auto responsabilidade? Passou da hora! Seja sincera(o), fale a verdade, comunique-se (de uma forma leve) e é óbvio que a pessoa pode ficar chateada (é um direito dela) mas não se sinta culpada(o) por isso. Nunca se esqueça que cada um está vivendo seu próprio aprendizado. E, posso falar? Com quem eu decidi ser sincera e abrir o jogo, ninguém ficou revoltado comigo, pelo contrário, super entenderam e falam comigo normalmente (se necessário). Sou a prova viva de que falar o que você sente, pode funcionar.

Claro que os sinais existem e acho que eu nem preciso falar quais são, a gente sabe quando uma pessoa não está mais afim (mesmo que a gente tente ignorar isso). Acredito que se aprendemos a falar, foi por algum motivo, então bora aprender a usar da melhor forma possível? 🙂

Beijos, Carol <3

5 Coisas que tornam qualquer homem (ou pessoa) mais atraente.

Ahhh como faz tempo que eu queria falar sobre isso. To dando de mão beijada um top 5 de ouro que acho que não vale só para os homens, mas para todas as pessoas. E sabe qual a melhor parte? Que não estou falando de aparência física e sim de comportamento, ou seja, qualquer um pode aprender! 🙂 E claro, a dica mais importante ficou no final.

1- Bom humor.

Com certeza esse é o meu top 1. Não tem coisa mais atraente do que uma pessoa que te faz sorrir. Você se sente incrível, viva, de quebra dá aquela trabalhada no abdômen, sai uma risada de porquinho, relaxa os músculos e por uns minutos parece que todos os problemas sumiram. A risada traz várias emoções positivas junto com uma explosão de hormônios. Mas atenção, estou me referindo àquele bom humor saudável, e não quando um ri e o outro se sente ofendido ou humilhado. Ficar rindo dos outros ou fazer fofocas, também não entra nesse quesito, isso se chama sarcasmo, não tem nada a ver com bom humor!

2- Inteligência.

Muitas pessoas associam a inteligência com lógica/matemática, mas para mim, vai muito além disso. Existem vários tipos de inteligências, e no dicionário, inteligência significa: capacidade de compreender e resolver novos problemas e conflitos e de adaptar-se a novas situações.
Uma pessoa inteligente é aquela que busca aprender e se aprofundar mais e mais em si. Que sabe que o aprendizado é eterno e que o estudo não acaba junto com a escola. Nem preciso citar que pessoas que leem tem um lugar especial no meu coração né? <3

3- Gentileza

Tá aí uma característica que é muito relevante para mim. Aquele que trata os outros bem, com respeito, gentileza e educação, com certeza aprendeu como funciona o jogo da vida. Durante nossa caminhada, precisamos de pessoas ao nosso lado pois é impossível fazer tudo sozinho (a). E tratar os outros bem, é o mínimo que devemos fazer. Relacionar-se com os outros é uma troca e devemos entender e respeitar isso. Eu não suporto gente grosseira e estúpida com os outros só por achar que aquela pessoa é “inferior”. Se ninguém te contou ainda, preciso contar: no fim das contas, todos vamos para o mesmo lugar!

4- Saber se cuidar.

Saber se cuidar não demonstra que você é “menos homem” (sim, em pleno 2019 eu tenho que falar isso), mas sim, que você sente carinho pelo seu corpo, pele e mente. Aqui entra aqueles homens que cuidam bem da alimentação, passam um creme de vez em quando (ou sempre <3), andam limpos, roupa bem lavada, cheirosos hahaha (adoro, melhor parte) sabe cuidar da mente também (meditam, leem, fazem cursos…) Tudo isso demonstra o quanto ele respeita o corpo e sua própria evolução. Mais um que tem um lugar especial aqui <3.

5- Postura

Além da linguagem corporal que é muito importante, afinal se você ficar de cabeça baixa, ombros caídos, olhando pro chão, isso não é algo atraente de forma alguma e o seu corpo FALA. Então, preste atenção na postura. Além disso, saber o que falar e como falar conta muito. Eu sei q as vezes fazemos papel de “bobo” e mesmo assim está tudo bem, é até muito bom ser espontâneo! Ganha vários pontos! E eu não quero dizer que você precisa ficar o tempo todo pensando no que vai falar, mas é importante saber fazer isso sem magoar o outro ou causar algum transtorno. Sei que às vezes pode ser desafiador, mas tudo é uma questão de treino 🙂

E tem uma dica EXTRA e a MAIS IMPORTANTE:

*Prestar atenção genuína no outro*.

Se tem alguém com você, conversando, trocando ou compartilhando informações, se conecte com essa pessoa genuinamente, pois ela está compartilhando com você a coisas mais importante que temos hoje: o tempo. Então, preste atenção no que ela fala, EVITE mexer no celular, isso é uma forma inconsciente de fugir do assunto e como linguagem corporal demonstra que você não está tão interessado assim no que a pessoa está falando naquele momento. Então bora encarar as coisas sem recorrer à muletas?

E claro, a coisa mais importante de tudo o que eu disse: não tenha medo de ser quem você é. Se a pessoa quiser ficar com você é ótimo e se ela não quiser, é ótimo pra você também. Queira ao seu lado quem quer ficar por você ser você.

Tudo que citei aqui são minhas observações e opiniões pessoais, se você acha que tem mais alguma coisa que não coloquei aqui, comenta aqui, me conta que eu vou amar saber e quem sabe fazer a parte 2 desse post! <3
Beijos, Carol!